Language of document :

Comunicação ao JO

 

Despacho do presidente do Tribunal de Primeira Instância de 7 de Maio de 2002 no processo T-306/01 R, Abdirisak Aden e outros contra o Conselho da União Europeia e a Comissão das Comunidades Europeias

(Processo de medidas provisórias ( Política externa e de segurança comum ( Sanções contra os talibã do Afeganistão ( Congelamento de fundos ( Urgência)

    Língua do processo: sueco

No processo T-306/01 R, Abdirisak Aden, residente em Spånga (Suécia), Abdulaziz Ali, residente em Järfälla (Suécia), Ahmed Yusuf, residente em Spånga, Al Barakaat International Foundation, com sede em Spånga, representados por L. Silbersky e T. Olsson, advogados, contra o Conselho da União Europeia (agentes: Vitsentzatos e I. Rådestad) e a Comissão das Comunidades Europeias (agentes: A. Van Solinge e J. Enegren), que tem por objecto um pedido com vista à suspensão da execução do Regulamento (CE) n.( 467/2001 do Conselho, de 6 de Março de 2001, que proíbe a exportação de certas mercadorias e de certos serviços para o Afeganistão, reforça a proibição de voos, prorroga o congelamento de fundos e de outros recursos financeiros aplicável aos Taliban do Afeganistão e revoga o Regulamento (CE) n.( 337/2000 (JO L 67, p. 1) e do Regulamento (CE) n.( 2199/2001 da Comissão, de 12 de Novembro de 2001, que altera, pela quarta vez, o Regulamento n.( 467/2001 (JO L 295, p. 16), na medida em que visam os requerentes, até que o Tribunal se tenha pronunciado quanto à causa principal, o presidente do Tribunal proferiu, em 7 de Maio de 2002, um despacho cuja parte decisória é a seguinte:

1)O pedido de medidas provisórias é indeferido.

2)Reserva-se para final a decisão quanto às despesas.

____________